SOU

Quando o meu coração
Se soube eterno
Fiz as pazes
Com o tempo.
A espera não dói.
A ânsia de amor
Não mais me consome.
Teus olhos me cegam
E me conduzem
Ao outro lado das Eras
E no quanto existas em mim
Eu sou.
Nara Rúbia Ribeiro

Postagens mais visitadas deste blog

OS PREFERIDOS DA MAMÃE

O QUE É SER PRAGMÁTICO?

SILÊNCIO DOS LOBOS