Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

DEIXE FICAR QUEM TE AMA E RESPEITA

Imagem
Ser seletivo nas amizades, em princípio, não é uma questão de orgulho. Toda pessoa tem o direito de evitar, por exemplo, relacionamentos perniciosos.  Muitas vezes, é um dever. Evitar não significa inimizade. Trata-se do uso pleno da sua liberdade em ficar com as pessoas que deseja. Onde fica o princípio espiritual do amor, da bondade e da compaixão? Esse princípio ensina que aceitação não significa engolir o que é maléfico à saúde física e mental. Muitos padecem porque foram ensinados a apresentar esse ego do “bonzinho”. Passe por cima do medo de parecer o ego “mauzinho”, e não tema purificar os seus relacionamentos. Sim, pode haver um relacionamento pesado, que você não pode, não sabe, não deve ou não consegue dar as costas, ou nem mesmo este seria o caso. Um relacionamento assim deve servir para aprimorar as suas habilidades e desenvolver as suas virtudes, caso esteja interessado na evolução da sua inteligência.
Se a sua observação for profunda, passará a discernir quem é quem em su…

OS FILHOS SÃO COMO AS PIPAS

Imagem
“Os filhos são como as pipas;

Você ensinará a voar, mas não voarão o teu voo.

Ensinará a sonhar, mas não sonharão teu sonho.


Ensinará a viver, mas não viverão a tua vida.

Porém em cada voo, em cada sonho, e em cada período de suas vidas,  permanecerão para sempre os rastros dos teus ensinamentos.” Autor desconhecido

O ANIMAL SATISFEITO DORME

Imagem
O pensamento que intitula esta reflexão é de Guimarães Rosa, e encerra, por trás de aparente obviedade, um profundo alerta existencial. O que o escritor tão bem percebeu é que a condição humana perde substância e energia vital, toda vez que se sente plenamente confortável com a maneira como as coisas já estão. Rende-se assim à sedução do repouso e imobiliza-se na perigosa acomodação. A advertência é preciosa pois, segundo o pensador Mario Sérgio Cortella, que aborda o tema, a satisfação conclui, encerra, termina. A satisfação não deixa margem para a continuidade, para prosseguimento, para a persistência, para desdobramento. A satisfação acalma, limita, amortece. Diz ainda, que, quando alguém nos fala: Fiquei muito satisfeito com você ou Estou muito satisfeito com seu trabalho, é algo assustador. Explica ele que tal expressão pode ser entendida como uma barreira ao crescimento, dizendo que nada mais de nós desejam, ou que aquele é nosso limite, nossa possibilidade. O está bom como está pode se…