Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

A GRANDE VIAGEM DO ESPÍRITO

Imagem
A vida não espera... por onde você for, o tempo não para.
O que ficou, ficou... o que passou, passou...
É a vida em movimento.
Somos viajantes eternos em suas trilhas.
Parece que somos passageiros na eternidade, mas a verdade é que somos eternos dentro do temporário. Ou seja, somos eternos no movimento da vida que segue...

Na natureza, tudo passa!
O traço característico da existência é a impermanência.
As coisas mudam...
Pessoas e situações vão e vêm em nossas vidas, entram e saem na esfera de ação do nosso viver.
A vida é assim!

Há um tempo para tudo:o amanhecer, o meio-dia e o anoitecer.
Da mesma forma que há um tempo para semear e colher; nascer, viver, partir, renascer e seguir...
Tudo passa!
O que marca é a experiência adquirida.
As culpas e as mágoas também passam!

No rio da vida, as águas do tempo curam tudo, pois diluem no eterno as coisas passageiras.
Sim, se você se permitir notar que o tempo leva tudo, e que a vida segue...
Sim, tudo passa mesmo!
As estações se sucedem no tempo certo: primav…

LIÇÕES DE BICHOS E COISAS

Imagem
Tenho inveja das plantas e dos animais. Parecem-me tão tranquilos, possuidores de uma sabedoria que nós não temos. Como se desfrutassem da felicidade do Paraíso. Sofrem, pois não existe vida sem sofrimento. Mas sofrem sempre como se deve, quando o sofrimento vem, na hora certa, e não por antecipação. Saber sofrer é uma lição difícil de aprender.
Se terrível golpe nos golpeia e não sofremos, algo está errado. Pois como não chorar, se o destino nos faz sangrar?
Se não choramos é porque o coração está doente, perdeu a capacidade de sentir. Mas sofrer fora de hora é doença também, permitir-se ser cortado por golpes que ainda não aconteceram e que só existem como fantasmas da imaginação.
Os animais sabem sofrer.
Nós não.
Somos prisioneiros da ansiedade.
Pois ansiedade é isto: sofrer fora de hora, por um golpe que, por enquanto, só existe no futuro que imaginamos.
Rubem Alves