ACEITE AS DIFERENÇAS

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.

Os porcos espinhos, percebendo esta situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhariam, e se protegeriam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que forneciam calor. E, por isso, eles tornaram a se afastar uns dos outros, voltando assim a morrer congelados.
Precisavam fazer uma escolha urgentemente: ou aceitavam seus semelhantes ou desapareceriam de vez da terra morrendo todos congelados.
Com sabedoria, decidiram voltar e ficar juntos.
Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que uma relação muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor um do outro.
Sobreviveram!
Portanto, pense bem: no seu trabalho, nem sempre a melhor equipe é aquela que reúne membros perfeitos, mas aquela onde cada um aceita os defeitos do outro, ultrapassa e consegue progredir.
A mesma coisa acontece na nossa família.

Postagens mais visitadas deste blog

OS PREFERIDOS DA MAMÃE

O QUE É SER PRAGMÁTICO?

SILÊNCIO DOS LOBOS