A GERAÇAO Y NO AMBIENTE DE TRABALHO


A Geração Y, também chamada geração do milênio ou geração da internet, é um conceito em Sociologia que se refere, segundo alguns autores, como Don Tapscott, à corte dos nascidos após 1980 e, segundo outros, de meados da década de 1970 até meados da década de 1990, sendo sucedida pela geração Z.



No vídeo você assistirá um excerto da entrevista do Programa Inside Quest em que ele aborda quatro tópicos dessa geração:
  •  A formação dos pais;
  • A tecnologia;
  • A impaciência;
  • O ambiente
Ele aborda o modus operandi dessa geração que tem uma autoestima muito menor que as gerações anteriores – é a geração que vive no mundo dos perfis de Facebook e Instagram, ou seja, são bons em colocar filtro nas coisas e mostrar a vida “maravilhosa” em que todos parecem fortes, felizes e se divertem muito, quanto na verdade há muita depressão e incertezas em muitas dessas pessoas.
Culpar a formação dos pais que ofereceram tudo já é passado, e com o uso das mídias sociais as crianças crescem sem aprender a cultivar relacionamentos verdadeiros.
Essas crianças – agora adultos desejam ter tudo o que era oferecido pelos pais/família, mas infelizmente não há um APP para isso.

Os gestores que também são da geração Y oferecem uma liderança benigna e são tão impacientes quanto os seus liderados, e pecam por não construir um relacionamento que gere um processo de confiança entre eles – um processo lento que precisa de tempo para ser solidificado.

Há líderes e aqueles que lideram. Os líderes têm uma posição de poder ou autoridade. Mas aqueles que lideram nos inspiram. Sejam eles indivíduos ou organizações, nós seguimos aqueles que lideram, não porque temos de seguir, mas porque queremos seguir. 

Não é por eles, mas por nós mesmos. E esses que começam com ‘por que’ possuem a habilidade de inspirar aqueles a sua volta ou encontrar aqueles que os inspiram.

Postagens mais visitadas deste blog

OS PREFERIDOS DA MAMÃE

O QUE É SER PRAGMÁTICO?

SILÊNCIO DOS LOBOS