DEIXE FICAR QUEM TE AMA E RESPEITA


Ser seletivo nas amizades, em princípio, não é uma questão de orgulho.
Toda pessoa tem o direito de evitar, por exemplo, relacionamentos perniciosos. 
Muitas vezes, é um dever.
Evitar não significa inimizade.
Trata-se do uso pleno da sua liberdade em ficar com as pessoas que deseja.
Onde fica o princípio espiritual do amor, da bondade e da compaixão?
Esse princípio ensina que aceitação não significa engolir o que é maléfico à saúde física e mental. Muitos padecem porque foram ensinados a apresentar esse ego do “bonzinho”. Passe por cima do medo de parecer o ego “mauzinho”, e não tema purificar os seus relacionamentos.
Sim, pode haver um relacionamento pesado, que você não pode, não sabe, não deve ou não consegue dar as costas, ou nem mesmo este seria o caso. Um relacionamento assim deve servir para aprimorar as suas habilidades e desenvolver as suas virtudes, caso esteja interessado na evolução da sua inteligência.

Se a sua observação for profunda, passará a discernir quem é quem em sua vida.

Deixe ficar quem te ama e respeita, pois amor sem respeito vai exigir a sua coragem para efetuar mudanças. Ainda que alguém não te ame, porém, respeite, poderá haver diálogo.
Faltando respeito, o diálogo é perturbador.
Antes de conversar com um desrespeitoso, caso decida-se por afastá-lo, envie uma “cartinha astral” para ele. É bem simples.
Feche os olhos, traga a imagem dele em sua tela mental, diga tudo o que sente, e vibre para que o respeito e a harmonia prevaleçam.
Você pode fazer isso uma vez, sete vezes ou setenta e sete vezes.
Acredite, a onda mental é a forma mais segura, discreta e penetrante para enviar uma mensagem. Mas, se você achar que não vale a pena fazer pela pessoa nem mesmo isto, faça sempre o que o seu coração pedir.”


Fonte: Nilsa Alarcon e J. C. Alarcon

Postagens mais visitadas deste blog

OS PREFERIDOS DA MAMÃE

O QUE É SER PRAGMÁTICO?

SILÊNCIO DOS LOBOS